sexta-feira, 22 de janeiro de 2010






Desperta o amor de Perséfone e Afrodite
Desperta a rivalidade de duas deusas
Desperta a ira de Zeus

Divida o coração com duas almas
Ame apenas uma, durante o ciclo anual da vegetação

Desperta o amor e a beleza sensual de Afrodite
Desperta alma e coração
Desperta a ira de Ares

Do sangue derramado nasce uma anêmona e rosas são tingidas de vermelho
Do sangue derramado é selado o pacto do real amor
Do sangue derramado a real beleza se traduz

Texto e Ilustração: Alexandre Gaspar

2 comentários:

marcelo dalla disse...

Uau!!!!!!!!!!!!!!!
Muito fortes, imagem e poema.
Mitologia e simbolismo na veia, mexem com o nosso incosciente...

Saudades...
bjo tts

Paulo Braccini disse...

caraca ... mais uma faceta do amigo ... o que em nada me surpreende ... magnificamente belo e forte ... como bem disso o Dalla ... mexem com o nosso inconsciente ...

e que ilustração eim? belíssima

bjux

;-)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails