domingo, 18 de abril de 2010

Mithly, a primeira revista gay Marroquina

No último dia 1 (01/04/10,) Samir Baragachi presidente da Kif Kif e alguns amigos deram um corajoso passo pela causa LGBT em Marrocos. Com o lançamento da primeira revista gay marroquina do mundo, intitulada Mithly (gay em árabe), eles tentam dar voz a gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros, manifestando-se em um país cuja homossexualidade é tratada como crime, condenável a três anos de prisão e uma pesada multa a ser paga.



A revista pode ser encontrada também em ambiente virtual (http://www.mithly.net/), e para seu lançamento 200 exemplares foram distribuídos. Até dado momento nenhuma ação judicial foi movida contra os profissionais envolvidos na edição da revista, apenas uma declaração de Mustapha Khalfi, editor chef do jornal  Attajdid dizendo o seguinte: “ ... a homossexualidade é contra o futuro da humanidade e que as autoridades marroquinas  deveriam proibir essa publicação que fere os valores islâmicos da sociedade marroquina”.

Nem precisa dizer o quanto se faz ridículo uma posição e declaração como esta, ainda mais partindo de uma pessoa responsável pela edição de um jornal, que a princípio se espera maturidade, consciência e instrução profissional.


Imagem da revista  Mithly











Bem, aqui o assunto encontra-se delicado, ainda mais em um país cuja intolerância predomina como regra e comportamento social. Vale lembrar que no dia 15 de junho de 2004, a poucos dias dos festejos de 35 anos dos enfrentamentos de Stonewall, um fato lamentável ocorria em Tetouan, Marrocos: 43 homossexuais foram espancados e presos enquanto comemoravam o aniversário de um deles em uma casa de festas da cidade, segundo o site MIXBrasil na reportagem “Stonewall à marroquina, o caso Queen Boat e o enforcamento de 117 gays iranianos”.


A reportagem conta este  e outro caso tão revoltante quanto, ambos de repercussão internacional e inaceitáveis, que ferem profundamente a existência humana, o direito de viver, ser feliz, de ir e vir.

Confira a reportagem ” Stonewall à marroquina, o caso Queen Boat e o enforcamento de 117 gays iranianos” do site MixBrasil aqui.

Demais fontes:
Mithly, Marrocos, a primeira revista Aos gays, pelos sites lgbtmedia.blogspot e Afrik.com.

5 comentários:

marcelo dalla disse...

Já deixei meus parabéns por telefone, no facebook, no meu blog, faltou deixar aqui!
Querido lindo do meu coração, não canso de te desejar toDas as coisas boas do mundo, todas as maravilhas do Universo.
Vc merece!!!

E sábado tem festinha aqui, hein? Eba!
bjos tts FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!

Paulo Braccini disse...

Passando para felicitá-lo pelo seu niver ... muitas felicidades querido e que a vida lhe seja leve e feliz. Parabéns pelo trabalho corajoso e firme que vc desenvolve por aqui ... uma conscientização séria, sem clichês, e altamente positiva ...

bjux ...

;-)

Cris França disse...

Amigos do Marcelo Dalla, são meus amigos

Feliz aniversário, e de presente torno-me sua seguidora.

felicidades! bjs

Alexandre Ferreira Gaspar disse...

Muito obrigado gente, são vocês que dão mais pulso para que eu desenvolva o trabalho que tenho feito por aqui.

Braços e bjs a todos.....e vamos que vamos.

António Rosa disse...

Alexandre,

Com atraso aqui ficam os meus parabéns pelo seu aniversário. Que seja feliz e que o amor seja uma constante na sua vida. Tudo de bom para si. Abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails